EXPOSIÇÃO

EXPOSIÇÃO

Nova exposição na Galeria Trem Territórios, Vestígios, Lascas… inaugura no dia 19 de abril pelas 18h00.

A Galeria Trem acolhe entre abril e maio mais uma exposição no âmbito da programação pelo curso de Artes Visuais da Universidade do Algarve, com o apoio do CIAC e da Câmara de Faro/Museu Municipal. Territórios, Vestígios, Lascas… é o nome da exposição coletiva dos jovens artistas Tatiana de Almeida, Bruno Grilo, Ana Rostron e Gonçalo Rodrigues. A inauguração terá lugar no dia 19 de abril pelas 18h00 e contará com a presença dos artistas.

Territórios, Vestígios, Lascas…

Tatiana de Almeida

Bruno Grilo

Ana Rostron

Gonçalo Rodrigues

Patente até dia 26 de maio na Galeria Trem

Sobre os artistas:

Tatiana de Almeida (1995, Guarda) é licenciada em Artes Visuais na Universidade do Algarve, frequenta atualmente o Mestrado em Práticas Artísticas Contemporâneas, na Faculdade de Belas Artes do Porto. Tem vindo a apresentar o seu trabalho maioritariamente em exposições coletivas, tanto no Algarve como no Porto. Recentemente apresentou a sua primeira exposição a solo em Vila Nova de Cerveira.

Gonçalo Rodrigues (Portimão, 1992) vive atualmente entre Faro e Carvoeiro. Licenciou-se em Artes Visuais pela Universidade do Algarve. Desde então tem participado em diversas exposições coletivas, tais como a exposição Anti Bioptico (Pavilhão 31, Lisboa e posteriormente no Convento de Santo António, Loulé), participação na exposição “Torre de Babel”, durante o festival MED (Loulé), e em diversas exposições na Amarelarte, Faro, tais como Arte Mexe, entre outras.

Ana Rostron (Faro, 1993) vive e trabalha em Lisboa. Formada em Artes Visuais pela Universidade do Algarve (Faro), a artista trabalha com materiais degradados como madeiras, ferro enferrujado e outros materiais que caíram em desuso. Expôs o seu trabalho individualmente em Untitled, 2015 no CECAL, Centro de Experimentação e Criação Artística de Loulé (Loulé, 2016). O seu trabalho integrou também várias exposições colectivas, nomeadamente 289=14, Associação 289 (Faro, 2018); Dans le Rôle, Museu São João de Deus (Sintra, 2017); Retrospectiva – 10 anos de exposições do Festival MED, Centro Histórico de Loulé (Loulé, 2016); (Des)envolvimentos Emergentes, Palácio da Galeria (Tavira, 2015); FACa – Fábrica de Arte Contemporânea, Antiga Fábrica da Cerveja (Faro, 2015); BIVAR – Arte, Design e Cultura, Rua Conselheiro Bivar (Faro, 2013) e J’art, Maryland Science Center, Baltimore, Maryland (Estados Unidos da América, 2009).

Bruno Grilo (Albufeira, 1986). Vive e trabalha no Porto. É licenciado em Artes Visuais pela Universidade do Algarve e terminou o Mestrado em Belas Artes na Birmingham School of Art, no Reino Unido. Tem exposto o seu trabalho em várias exposições coletivas como Coventry Biennial of Contemporary Art, UK; PULPA III, RK Gallery, London, UK; MAC, Birmingham, UK; New Art West Midlands, BM&AG Waterhall Gallery, Birmingham, UK; Alcoholism 1965, Margaret Street Project Space, Birmingham, UK; Temporarily Permanent, Wolverhampton Museum & Art Gallery, UK; This PULPA, RK Gallery, London, UK; Gothic, Library of Birmingham, UK; New Art WM Annuale, Article Gallery, Birmingham, UK; FAM V: Changing the Sight Line, Minerva Works,Birmingham, UK; Set Your Chatters To Hum, Birmingham, UK; Untitled, STO. Antonio Convent, Loulé, PT.

Folha de sala

Este slideshow necessita de JavaScript.