INTERNACIONAL

INTERNACIONAL

Durante o mês de março, Investigadores do CIAC têm patentes exposições internacionais

A Investigadora Ana Romana, recentemente doutorada em Comunicação, Cultura e Artes pela Universidade do Algarve e colaboradora do CIAC, participa na exposição colectiva  “Orto di incendio” – a decorrer no Istuto per la Gráfica, em Roma, patente até 14 de abril, a pretexto da tradução italiana de Horto de Incêndio. Esta exibição reúne um extenso conjunto de trabalhos criados por artistas portugueses a partir da poesia de Al Berto (1948-1997) e, em particular, do seu último livro, Horto de Incêndio, publicado no ano da sua morte.
“Orto di incendio” será mostrada em Novembro no Museu do Chiado, em Lisboa, onde se manterá até Fevereiro de 2020, “é uma homenagem livre e apaixonada a um poeta que marcou com força a cena literária e artística do seu país”, resume Bertolazzi no breve texto que redigiu para a inauguração de Orto di Incendio em Roma.

O Investigador Hernando Urritia, recentemente doutorado em Média-Arte Digital pela Universidade do Algarve e pela Universidade Aberta, participa no Festival “22º Rencontres Traverse Vidéo L’Expérimental {recherche/art}” de 13 até 31 de março de 2019, um dos mais importantes da Europa, onde o trabalho de videoarte deste artista multidisciplinar, que representa a Portugal, será apresentado em conjunto com as propostas  de cinquenta artistas de diferentes regiões do mundo.

Ainda no mês de março, a colaboradora do CIAC, Selma Pereira, Artista, Doutora em Média-Arte Digital pela Universidade Aberta e Universidade do Algarve, foi selecionada para expor na Artroom Fair Roma 2019 – International Contemporary Art Fair for Independent Artists, com a obra “Nature of a digital dream”. Poderemos acompanhar o processo criativo da artista no seu blog.