PALESTRA

PALESTRA

Ciclo de Palestras “Livro: passado, presente e futuro” recebe Vanda Anastácio

Terá lugar, no próximo dia 16 de maio, pelas 16h00, na Sala de Seminários da Reitoria (Universidade do Algarve) a quarta sessão do Ciclo de Palestras “Livro:passado, presente e futuro”, uma organização conjunta do CIAC, da Biblioteca da Universidade do Algarve e da Biblioteca Municipal Álvaro de Campos.

O evento contará com a presença de Vanda Anastácio, professora associada da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, que proferirá a palestra “Pensar os livros e as bibliotecas femininas no século XVIII através da Biblioteca do Palácio da Fronteira”.

Sobre a palestra:

O fundo de Livro Antigo preservado na Biblioteca do Palácio Fronteira, em Lisboa, foi tratado recentemente no âmbito de um projecto de investigação financiado pela FCT que culminou com a colocação on-line de um catálogo pesquisável. No decorrer dos trabalhos de inventariação e tratamento biblioteconómico desse fundo surgiram dados capazes de lançar nova luz sobre o relacionamento entre mulheres e livros em Portugal no século XVIII. É desses novos dados que me proponho falar.

Sobre a palestrante:

Vanda Anastácio é Professora Associada da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. É membro integrado do Centro de Estudos Clássicos da mesma Universidade e colabora regularmente com outros Centros de Investigação em Portugal e no Brasil. Trabalha sobre Literatura Portuguesa dos séculos XVI a XVIII. Publicou, entre outras obras, Visões de Glória (Uma introdução à Poesia de Pêro de Andrade Caminha), 2 vols., (1998), Viagem à Ilha do Amor do Cavaleiro de Oliveira (2001), as Obras de Francisco Joaquim Bingre, em 6 volumes (2000-2005) o Teatro Completo de Camões (2005), a correspondência trocada na juventude pela Marquesa de Alorna com a Condessa do Vimieiro (Cartas de Lília e Tirse (1771-1777), (2007), a colectânea de ensaios A Marquesa de Alorna (1750-1839) Estudos (2009). Em 2008 publicou no Brasil Os Sonetos da Marquesa de Alorna. Acaba de editar, em 2013, Uma Antologia Improvável. A escrita das Mulheres (Séculos XVI-XVIII).