iHERITAGE ICT Mediterranean platform for UNESCO cultural heritage

iHERITAGE ICT Mediterranean platform for UNESCO cultural heritage

Investigadores do CIAC juntam-se a consórcio internacional para aproximar o património cultural através da tecnologia.

Os professores e investigadores do CIAC, Mirian Tavares e Bruno da Silva, fazem parte da equipa da Universidade do Algarve (UAlg) no projeto “iHERITAGE ICT Mediterranean platform for UNESCO cultural heritage”, juntamente com investigadores do CIMA e do CinTurs. O projeto liderado pelo parceiro italiano Regione Siciliana – Assessorato del Turismo, dello Sport e dello Spettacolo, no caso do Algarve procura melhorar, através da realidade aumentada e com base em tecnologia imersiva, as visitas ao Património Cultural da Humanidade, reconhecido pela UNESCO, no Mediterrâneo, tendo a UALg como elemento patrimonial a Dieta Mediterrânica.

Esta candidatura, aprovada para financiamento, pretende melhorar e divulgar as novas tecnologias nas visitas culturais em áreas do Mediterrâneo, tendo por base os lugares Património da Humanidade, numa proposta que une em torno do património países como Itália, Jordânia, Líbano, Egito, Espanha e Portugal.

O i-Heritage é uma candidatura ao programa “Eni Cbc Mediterranean Sea Basin Programme 2014-2020” para propostas estratégicas na área da inovação e transferência de conhecimento, no eixo prioritário: A.2.1. Support technological transfer and commercialisation of research results.

O valor total do financiamento europeu aprovado para o projeto é de cerca de 3,5 milhões de euros. Concorreram a esta chamada 198 projetos, mas apenas 22 vão ter financiamento europeu.

A equipa da UAlg integra investigadores de três centros de investigação. Liderada por Alexandra Rodrigues Gonçalves, diretora da Escola Superior de Gestão Hotelaria e Turismo (ESGHT) e investigadora do Centro de Investigação em Turismo, Sustentabilidade e Bem-Estar (CinTurs), conta ainda com Mauro Figueiredo, docente do Instituto Superior de Engenharia (ISE) e investigador do Centro de Investigação Marinha e Ambiental (CIMA), Mirian Tavares, docente da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais (FCHS) e investigadora do Centro de Investigação em Artes e Comunicação (CIAC) e Bruno Silva, docente da Escola Superior de Educação e Comunicação (ESEC) e também investigador do CIAC.

A Região de Turismo do Algarve é um parceiro associado.