REGULAMENTO COLEÇÃO HUMANITAS

REGULAMENTO COLEÇÃO HUMANITAS

A Humanitas do CIAC – Centro de Investigação em Artes e Comunicação, em parceria com a Grácio Editor, é uma coleção ensaística de divulgação dos resultados da investigação produzida neste centro. Pretende oferecer, através das obras aqui publicadas, o nosso contributo no domínio científico das Humanidades.

A saudável transversalidade caracterizadora da investigação do CIAC, que abarca as Artes, a Comunicação e a Cultura, as Letras e as Humanidades Digitais, constitui a justificação para a apresentação de uma coleção que acompanhe esse espírito plural de reflexão. Celebrar o regresso aos estudos humanísticos, às Humanidades, portanto, no sentido primordial e lato que os gregos e latinos lhes atribuíram, como resposta aos constantes reptos que a contemporaneidade nos lança, é o objetivo da Humanitas.

Deste modo, esta coleção espelha a desejável harmonia entre o estudo das novas linguagens, dos novos processos e métodos e a solidez de saberes que prolongam tradições teóricas e críticas. A revisitação de produtos artísticos e culturais do passado, seja para os (re)questionar à luz do paradigma atual, seja para os (re)conhecer enquanto objetos humanísticos sem tempo estimulará, por sua vez, o pensamento sobre os modos coetâneos de expressão artística e cultural.

Áreas científicas

Artes, Comunicação e Cultura, Letras, Humanidades Digitais

Coordenação

Sandra Boto

Comissão Científica

Artes: Eugénia Vasques, Pedro Cabral Santo, Adérito Marcos

Comunicação e Cultura: Bruno Silva, Mirian Tavares, Nelson Zagalo

Letras: Armando Nascimento Rosa, Pere Ferré, João Minhoto Marques

Humanidades Digitais: José Bidarra, Sandra Boto, Mauro Figueiredo

  1. A coleção Humanitas encontra-se aberta, em permanência, à receção de originais de obras ensaísticas (de autoria individual ou coletiva) para publicação, com a chancela da Grácio Editor, nas seguintes áreas: Artes, Comunicação e Cultura, Letras e Humanidades Digitais, com atribuição de ISBN.
  2. Está prevista a publicação de 2 obras por ano, a serem selecionadas em dois momentos de avaliação que decorrerão no primeiro e no último trimestres de cada ano civil.
  3. Aceitam-se para apreciação documentos originais de caráter ensaístico resultantes da prática da investigação científica e / ou artística, excluindo relatórios.
  4. Não serão admitidas para apreciação obras que tenham sido anteriormente propostas para publicação em qualquer outra coleção.
  5. Serão admitidos trabalhos numa das seguintes línguas: português, inglês ou espanhol.
  6. As obras submetidas poderão ser propostas pelos próprios autores ou resultar de convites dirigidos pela Comissão Científica da coleção a personalidades de reconhecido mérito na área científica, não se aplicando, nestes casos, o procedimento de avaliação por pares.
  7. A submissão das obras deverá ser efetuada através do endereço de correio eletrónico humanitas@ciac.pt, sendo admitidos apenas originais em ficheiros Word.
  8. O envio dos originais deverá fazer-se acompanhar, num ficheiro à parte em formato Word, do nome, afiliação e curriculum vitae resumido do(s) autor(es) (máx. 200 palavras) e de um resumo da obra (máx. 300 palavras) na língua original e em português, bem como de cinco palavras-chave que a caracterizem, igualmente na língua original e em português (sempre que a língua de redação não for o português – v. ponto 5 do presente Regulamento).
  9. No ato da submissão, os autores deverão ainda preencher e assinar o termo de originalidade relativo ao trabalho que submetem, remetendo-o, digitalizado, juntamente com a obra. Dever-se-á ainda juntar uma declaração, assinada e digitalizada, através da qual autorizam a Grácio Editor a publicar o seu trabalho.
  10. Os autores serão notificados da receção dos seus originais através de correio eletrónico, bem como do procedimento de avaliação à qual os mesmos estarão sujeitos.
  11. Após a receção, as obras ficarão à consideração da comissão científica da coleção designada para a área científica em causa, sendo avaliadas qualitativamente pelo painel científico da área em questão.
  12. Todo o material submetido para análise deverá seguir as normas de edição onde constam instruções detalhadas sobre a formatação e o estilo a ser adotados.
  13. Caso a obra não se enquadre na linha editorial da coleção, não apresente qualidade suficiente para a integrar, de acordo com instruções da Comissão Científica, ou na eventualidade de não respeitar as instruções fornecidas no presente Regulamento, a Coordenação reserva-se o direito de não a publicar. A Comissão Científica pode sugerir alterações aos originais.
  14. Findo o processo de apreciação e avaliação, os autores serão notificados por correio eletrónico da decisão editorial.
  15. As obras a publicar estão sujeitas a revisão de texto.
  16. Os casos omissos neste Regulamento serão devidamente analisados e resolvidos pela Coordenação da Colecção Humanitas e pela Coordenação do CIAC – Centro de Investigação em Artes e Comunicação.
  17. O presente Regulamento está sujeito a revisão, sempre que a Coordenação da Coleção e o CIAC considerarem necessário.
  18. A Coordenação da coleção ou o CIAC reservam-se o direito de revogar o presente Regulamento, se deixarem de estar reunidas as condições necessárias para a sua vigência.

Faro, 20 de dezembro de 2016

(A Coordenação da Coleção)

Normas de edição para os autores

Termo de originalidade