PEDRO CABRAL SANTO

PEDRO CABRAL SANTO

Email: pedrocabral68@gmail.com

Breve CV: Pedro Cabral Santo estudou Pintura e Escultura nas Faculdades de Belas-Artes de Lisboa e Porto e é licenciado em Artes Plásticas – Pintura (1995) pela Faculdade de Belas-Artes de Lisboa. Em 2006 concluiu o Mestrado em Pintura pela Faculdade de Belas-Artes de Lisboa e Doutorou-se em Belas-Artes – especialidade Imagem – também pela Faculdade de Belas-Artes de Lisboa (2011).

Exerceu docência no Curso de Adereços Cénicos no Colégio de Santa Clara/IFP, em Lisboa, onde foi director de Curso, na Escola Superior de Arte e Design das Caldas da Rainha, onde exerceu o cargo de subcoordenador do Curso de Artes Plásticas e também leccionou na Faculdade de Belas-Artes de Lisboa, no Curso de Arte e Multimédia, em regime protocolar entre a ESAD/CR e a FBAUL. Ingressou na Universidade do Algarve, nomeadamente na Faculdade de Ciências Humanas e sociais, em 2008, para leccionar na Licenciatura de Artes Visuais. Desde 2015 é professor Auxiliar da instituição. Actualmente é o director do Curso de Artes Visuais e o vice director do Doutoramento em Comunicação, Cultura e Artes da Universidade do Algarve.

Interesses de investigação: Em paralelo, nos últimos 20 anos, tem vindo a desenvolver as actividades de artista plástico e comissário de exposições, destacando-se os eventos Tilt (Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa), O Pedro e o Lobo (Museu do Neo-realismo, Vila Franca de Xira), Ill Communication (com Carlos Roque, Sala do Veado, Lisboa), X-Rated/ Autores em Movimento (Galeria ZDB, Lisboa), O Império Contra-Ataca (co-comissariado, Galeria ZDB/Institulo La Capella (MACBA), Lisboa e Barcelona),Espaço 1999 (co-organizador, Museu de História Natural, Lisboa), Fernando Brito 1983-2010 (Centro Cultural Vila Flor, Guimarães) e Manuel Vieira – CASA (Cordoaria Nacional, Lisboa).

Expôs no Museu do Chiado (2011) a obra Sem Dó, com Ré (homenagem a Sá de Miranda), trabalho incluído nas comemorações dos painéis de São Vicente de Nuno Gonçalves, realizado em parceria com a artista Lula Pena.
Em 2016 realizou Dragon´s lair, na Ermida de Nossa Senhora de Belém e (E)motions, na Galeria Zarathan. Em 2018, realiza a exposição antológica relativa a trinta anos de trabalho intitulada Endless, no Centro Cultural Vila Flor, Guimarães.

Como membro do Pogo Teatro participou em diversos espectáculos levados à cena pelo Grupo, através da produção de textos, realização cenográfica e também como performer/ actor.

Foi também fundador dos projectos artísticos Autores em Movimento (Greenhouse/Jetlag/X-Rated) e featuring (Unlovable). No plano musical, foi membro fundador do projecto musical IK-MUX e, actualmente, coordena o PROJECTO FUZIVEL, música experimental de fusão.

Publicações mais recentes:

Nos últimos anos publicou um conjunto de artigos em torno das várias problemáticas culturais que compõem o tecido cultural contemporâneo:

Cabral Santo, Pedro. (2018). Endless. Centro Cultural Vila Flôr/CIAC. Catálogo de Exposição. Guimarães. ISBN 978-989-8474-48-3

Cabral Santo, Pedro. (2018). Entrada Anti-instituicionalismo e Alternativa Zero. In Franco, José Eduardo Franco (eds). Dicionário dos Antis. Lisboa: Edição Casa da Moeda.

Cabral Santo, Pedro.(2018). Sound Clímax. Lisboa: Stolen Books/CIAC. ISBN: :978-989-99816-4-5.

Cabral Santo, Pedro. (2018). “Joseph Beuys: Who’s Afraid of Fat, Felt and Dead Hares?” In Multidisciplinary journal | Revue multidisciplinaire, Revista eletrónica do NMd-ESEC e-ISSN: 0000-0000. Direção de Adérito Fernandes Marcos. Lisboa: Universidade Aberta/ Universidade do Algarve.

Cabral Santo, Pedro. (2018). “Tomorrow Never Dies”. In INLAND JOURNAL 4. Matos E. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.

Cabral Santo, Pedro. (2018). “Sem título provisório: percepções, irradiações e projecções em torno da obra de Ana Rostron”.  In UntitedLoulé: Edição Centro de Experimentação e Criação Artística de Loulé.

Cabral Santo, Pedro. (2017). S/Título. In O colégio das Artes em Directo do Museu de Arte Antiga. Coimbra: Colégio das Artes (cord. António Olaio), Universidade de Coimbra.

Cabral Santo, Pedro. (2016). Espaço aberto, espaço fechado na obra de Alexandre estrela. In PERSPECTIVAS LUSO-BRASILEIRAS EM ARTES E COMUNICAÇÃO Vol. 1: Cinema e outras Artes. IAC/UEPB-Universidade Estadual da Paraíba/UTP- Universidade Tuiuti do Paraná. ISBN: 978-989-20-6501-4.

Cabral Santo, Pedro. (2015). O Ambiente Mesoptópico de Edgar Massul. In ARTE, TECNOLOGIA E POÉTICAS CONTEMPORÂNEAS. Cerá: EdUECE (Editora da Universidade Estadual do Ceará). (2015)

Cabral Santo, Pedro. (2014).  Pogo Teatro – una Equipo Crónica. In Vários autores – Pogo – Um ajuste de contas com o futuro. Lisboa: Edição de autor. Pp. 245 – 281

Cabral Santo, Pedro. (2013). Politicamente soterrado. In Quintas de Cultura – A criação cultural no Algarve. Coordenação: Dália Paulo, Luís Filipe Oliveira, Mirian Tavares, João Pedro Bernardes e Rui Parreira, Faro.

NOTÍCIAS

PUBLICAÇÕES